Menu

Filosofia: A modernidade em WERNER HERZOG

Nenhum Comentario

A frase acima: “Cada um por si, Deus contra todos!” Parece expressar muito bem o intuito fundante da valoração do cerne da filosofia que inspira a modernidade e que está viva, pelo visto na difícil democracia brasileira.

Reenvio o texto abaixo acerca do Enigma de Kaspar Hauser de Werner Herzog. Amanhã, dia seis de fevereiro, estaremos assistindo o filme e debatendo a partir das oito horas da manhã, no Centro Cultural, no espaço do Cine Coxiponês.

O texto abaixo, é um texto produzido por mim, cujo objetivo é realizar uma interpretação acerca da proposta de cinema de Herzog, segundo entrevista dele mesmo, dizendo que o filme tem por objeto ser uma crítica da modernidade.

Até amanhã.
Prof. Passos

Stress e Modernidade  MASP

Stress e Modernidade MASP

Edson Benedito Rondon

Edson Benedito Rondon

Tivemos hoje na nossa sala de aula a presença do oficial da Polícia Militar Edson Rondon, Doutorando no Programa de Pós Graduação na URGS, formação em Direito e Sociologia. Mestre em Educação pelo PPGE/UFMT. Edson é Cuiabano de ‘Chapa e Cruz” que nos ajudou a aprofundar, e muito, o trabalho do Seminário sobre Segurança Pública. Mostrando que, a questão policial, segundo ele, se constitui apenas um grãozinho de areia do que se refere à segurança de fato. Ressaltando a importância de Pesquisa, mediação com autores, teóricos, sociólogos, filósofos cientista políticos, Psicólogos e toda uma gama de atividade interdisciplinar sem a qual não se pode complexidade das teorias, modelos, legislação da Segurança Pública. Trabalhou a necessidade de rever os processos de formação do oficial militar, pelo enraizamento deste mesmo militar à sua comunidade, ao seu enraizamento da sociedade civil e os processo históricos que levaram à militarização como modelo que provavelmente se possa superar. Houve a maior euforia para atividade pedagógica nesta manhã com Edson. Mostrou-nos o quanto é importante o estudo, a leitura, sobretudo, como caminho de descortinar de maneira ampla a complexidade de conhecimentos que sempre nos ultrapassarão.

Obrigado Edson por seu carinho, presença e ajuda.

Volto a questão exposta ontem. É necessário assumir a função de estado que cabe a cada cidadão, também no campo da cosntrução da segurança pública que subsiste nem se expressa senão como atividade, relação de seres de comunicação e direitos, com outros seres humanos semelhantes, mas distintos.

Prometi então deixar á disposição um texto de investigação acerca de um acontecimento político cultural fundamental para compreender a nós mesmos dentro de uma sociedade política: A MODERNIDADE.

“A MODERNIDADE NÂO É MODERNA!”

Uma das razões pelas quais ela deve ser tratada e compreendida em suas raízes é o fato de que muitas vezes, de maneira desavisada, se usa a Modernidade de Cuiabá, Cuiabá  Moderna, compreendendo–se como contemporânea e avançada. na verdade, já dissera Adorno: “A modernidade não é uma coisa nova…” Ela surge no período entre duas revoluções, a Revolução Inglesa (1689) e a Revolução Francesa de (1789), entre estes cem anos.

O Filme: O Enigma de Kaspar Hauser

Uma obra de arte preciosa é o cinema. Herzog é um dos maiores cineastas produtores do Cinema Alemão Simbólico, amigo de Glauber rocha com o qual confabulava e sofreu marcas do Cinema Novo, do cinema Negro de Glauber. Em especial neste filme O Enigma de kaspar Hauser.  Posto que o subtítulo em alemão retoma o título do curta metragem de Glauber Rocha: “Cada um por si, e Deus contra todos!”

O Enigma de Kaspar Hauser

O Enigma de Kaspar Hauser

Glauber-Rocha-Cinema-Novo-Cinema-Negro

Glauber-Rocha-Cinema-Novo-Cinema-Negro

Werner-Herzog

Werner-Herzog

Deveremos ver o filme juntos no Cineclube Coxiponês, no Espaço Cultural da UFMT.

Envio o texto a vocês para que o leiam. Longo ele, penso eu, é precioso para buscar caminhos para compreender as alusões que esboçam um desenho e um perfil do que seja mesma a chamada MODERNIDADE. Cliquem abaixo para abri-lo.

kaspar hauser texto completo e final

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *