Menu

UNAIDS PEDE APOIO DO PAPA

Nenhum Comentario

Diretor do Unaids, Michel Sidibé, pede apoio do Papa para acabar com novas infecções do HIV em crianças

APOIO

Crédito fotográfico: L`Osservatore Romano

O diretor executivo do Programa Conjunto das Nações Unidas para o HIV e Aids (Unaids), Michel Sidibé, foi recebido nessa quarta-feira, 11 de abril, no Vaticano, pelo Papa Bento XVI, e pediu envolvimento pessoal do pontífice para acabar com novas infecções em crianças.

“Um engajamento completo da Igreja seria de suma importância”, disse Sidibé.

Segundo estimativas do Vaticano, cerca de 25% do total de programas de tratamento e cuidado contra a aids no mundo são desenvolvidos com apoio da Igreja Católica. Em 2010, mais de 5 mil hospitais e 9 mil orfanatos especializados no atendimento de pessoas com HIV e aids, por exemplo, eram financiados pela Igreja.

Com o objetivo de “zerar” as novas infecções do HIV em crianças até 2015, o Unaids e organizações parceiras lançaram durante a última Assembleia Geral das Nações Unidas um plano estratégico, cujo foco é apoiar os 22 países que detêm mais de 90% do total de casos da doença em crianças.

Sidibé se encontrou também com Michel Roy, Secretário Geral da Caritas Internacional, organização católica que desenvolve projetos sociais em aproximadamente 200 países; com o Presidente do Conselho Pontífice para Justiça e Paz, o cardeal ganense Peter Turkson; com o Sub-Secretário de Estado do Ministério das Relações Exteriores da Itália, Staffan de Mistura, entre outros.

O Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que os grupos religiosos proveem entre 30% e 70% do total de cuidados com saúde na África.

Das cerca de 34 milhões de pessoas que vivem com HIV e aids no mundo, 3.4 milhões têm menos de 15 anos e aproximadamente 17.1 milhões de crianças e adolescentes já perderam um dos seu pais ou ambos em decorrência da pandemia.

Redação da Agência de Notícias da Aids com informações do Unaids

Frei Lunardi

Assessor Pastoral da Aids

Porto Alegre/RS 51-33466405

www.pastoralaids.org.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *